A Estrela do Messias

No dia seis de janeiro de 1662, fez ontem 358 anos, o Padre António Vieira fez o Sermão da Epifania do Senhor na Capela Real em Lisboa; logo no exórdio advertiu que ele não será o pregador do Evangelho dos Magos, mas esse texto evangélico “é que me há de comentar a mim”!

D1

Citando São Máximo, o Padre António Vieira diz que a Estrela que guiou os Magos se chama Estrela de Cristo; mas, citando Santo Agostinho, já diz que essa mesma Estrela se chama “Língua do Céu”, pois os Magos como astrólogos entenderam o que o Céu lhes dizia através dessa Estrela nova, já profetizada no livro dos Números (24,17) como referente à vinda do Messias.

Dito isto, agora vejamos que na foto nº1 a Estrela tem seis pontas; portanto é diferente de todas as outras que vemos em qualquer ornamentação natalícia e que teem somente cinco pontas.

Convém recordar que quem for visitar o nosso Museu Eclesiástico poderá ver e ler a primeira página do nº 74 do Boletim Paroquial de Vila das Aves, publicado em quinze de dezembro de 2012, já lá vão sete anos, onde a nossa Caminhada de Advento/Natal foi feita com nove estrelas de seis pontas.

D2

Graças ao Movimento Paroquial de Vila das Aves, a nossa igreja matriz tem sido iluminada com estrelas de seis pontas, o mesmo se diga na constelação existente no Memorial da Fé.

A foto nº2 foi recentemente tirada ao presépio da nossa igreja matriz, onde o Avelino Nunes colocou (e tem colocado em anos anteriores) a Estrela de seis pontas bem iluminada.

D3

A foto nº3 foi por mim tirada ao presépio no exterior da nossa igreja de Santo André de Sobrado, quando lá fui celebrar eucaristia no domingo, 29/12/2019; essa Estrela iluminada com seis pontas é uma das seis Estrelas que mandámos fazer na Casa dos Reclamos para a nossa Catequese da Infância, coordenada pela Margarida Leal; com a permissão da Junta de Freguesia de Vila das Aves, certos espaços públicos teem sido há anos consecutivos sempre aproveitados para a visualização do Presépio de Jesus nestes sítios habituais: igreja de Santo André de Sobrado, em frente ao Patronato, na Rotunda de São Miguel Arcanjo, na zona verde do Quartel dos Bombeiros Voluntários de Vila das Aves, junto ao Cruzeiro de Romão e junto às Alminhas de Paredes/Freixieiro; nos referidos cinco últimos espaços não foi possível este ano fazer-se ligação elétrica à Estrela.

A título de informação complementar é de justiça registar que os Jovens do volume 10 fizeram o Presépio de Jesus junto ao cruzeiro do cemitério; o mesmo se diga da Comissão do Centro Pastoral de Cense que também o fez na sua zona verde exterior.

Assim como os Magos foram venturosos com a nova Estrela de Belém (a Estrela de David, a Estrela do Messias), também a nós essa Estrela celestial poderá brilhar na noite escura da indiferença religiosa que nos rodeia exuberantemente!

Vila das Aves, 07 de janeiro de 2020, primeira terça-feira do mês.
Padre Fernando de Azevedo Abreu