Escuteiros Inacianos

O Corpo Nacional de Escutas (CNE), que é o Escutismo Católico Português, escolheu para o presente Ano Escutista a figura nacional de Santo Inácio de Loiola, que faleceu em 1556, mais ou menos com 65 anos de idade; toda a gente sabe que ele foi uma pessoa notavelmente imponente e também o fundador da Companhia de Jesus, bastião avançado do Contra-Reforma Católica perante o credível desafio protestante.
Os seus celebérrimos Exercícios Espirituais foram e são um ótimo instrumento de apostolado eficaz; para quem sempre teve e tem jesuítas inteligentes e influentes, meditemos nesta típica expressão: “deem-me uma criança com menos de sete anos e ela será católica para o resto dos seus dias”.

Está de parabéns o nosso Assistente da Junta de Núcleo do CNE de Vila Nova de Famalicão, o meu caro colega e amigo Padre e Mestre José Carlos Azevedo e Sá, por ter convocado os Assistentes dos quarenta e quatro Agrupamentos para uma reunião no Seminário dos Combonianos na manhã de quinta-feira, dia catorze de março de 2019 e que contou com o edificante testemunho do jesuíta Padre Jorge; também o Chefe de Núcleo (Carlos Filipe Pereira) interveio de harmonia com as questões levantadas pelos catorze padres que estiveram presentes.

Como o Agrupamento 0004 do CNE de Vila das Aves tinha valorizado Inácio de Loiola na Vigília e Promessas, ocorridas na noite de sábado, dia vinte e três de fevereiro de 2019 e comemorativas dos 162 anos do nascimento de Baden-Powell, Fundador Mundial do Escutismo, eu, como assistente, passei por todas as secções jogando a vida de Santo Inácio de Loiola em estrofes com métrica e com rima, cantadas com a música da autoria de Kairoi que tem sempre o refrão “Glória a Deus” (lema dos Jesuítas) e que há muitos anos é por nós cantado com expressão corporal; aqui ficam as quadras apropriadas.


Inácio de Loiola,
Lobito gabarola,
Alegria no Bando
Aquelá no comando.


Inácio de Loiola,
Explorador com mola!
Árvore bem fecunda
Com raiz tão profunda!


Inácio de Loiola,
Depôs sua pistola!
Leitura: “gota de água”
Durante muita mágoa!


Inácio de Loiola,
Em tudo nos consola!
Depois de romeiro,
Foi grande caminheiro!


Ser Dirigente agora
E pela vida fora
É ter discernimento
E ver o firmamento.

 

P1
Na foto nº1 está a visualização do imaginário.

P2
Na foto nº2 está o assistente (padre Fernando Abreu) e o chefe do agrupamento (Rafael Lopes).

P3
Na foto nº3 estão a Catarina Sofia, o Diogo e o Gonçalo que foram batizados.

P4
Na foto nº4 estão os lobitos que fizeram a promessa.

P5
Na foto nº5 estão os exploradores.

P6
Na foto nº6 estão os pioneiros.

P7
Na foto nº7 estão os caminheiros.

P8
Na foto nº8 estão os futuros dirigentes.

P9
Na foto nº9 estão os animadores musicais.

P10
Na foto nº10 estão todos os escuteiros deveras felizes por se terem deixado levar pela palavra-chave “amar”, pelo símbolo da “árvore”, pela inspiração inaciana, pela temática regional “ser como tu” e pela temática diocesana “ser esperança”.

Vila das Aves, 02 de abril de 2019, primeira terça-feira do mês.

Padre Fernando de Azevedo Abreu